Blog

Lentes de contato para crianças: em quais casos são recomendadas e em quais não?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Agende uma consulta pelo Whatsapp agora mesmo!

As lentes de contato podem ser uma modalidade de tratamento muito útil, até mesmo necessária, para crianças com diferentes necessidades. A OFTALMOKIDS sabe que muitos pais não consideram este tratamento de escolha devido a diferentes preocupações e muitas destas dúvidas serão esclarecidas com este texto!

Vários estudos relataram a adaptação bem-sucedida às lentes de contato nas crianças, mesmo usando diferentes tipos de lentes de contato (flexíveis ou rígidas). Estes estudos apontam, inclusive, que a adaptação de lentes de contato em crianças entre oito e doze é semelhante à adaptação em pacientes adolescentes.

Os pais questionam se a adaptação de lentes de contato em crianças pode aumentar o risco de ceratite microbiana, infecção ocular causada pelo uso incorreto da lente de contato. Apesar de haver um risco maior de aparecimento em relação ao uso dos óculos tradicionais, se o paciente for devidamente educado e seus pais acompanharem a rotina de uso das lentes de contato – com as orientações da OFTALMOKIDS – esse risco pode ser reduzido a zero.

Uso correto de lentes de contato para crianças

  • Criar uma rotina para lavar as mãos antes e após colocar a lente no olho, evitando o contato de microrganismos na superfície ocular
  • Substituição diária para reduzir consideravelmente o risco de infecção microbiana
  • Nunca expor a lente de contato com água
  • Não usar lentes de contato por mais tempo do que o estabelecido ou dormir com elas 
  • Caso tenha algum tipo de verruga ou “bolinha” no olho, interromper o uso e procurar a OFTALMOKIDS para avaliar a causa do problema

Quais complicações podem ocorrer devido ao uso indevido de lentes de contato em crianças?

1 – Úlceras de córnea: a lente de contato ainda é um corpo estranho em contato com a superfície ocular. Portanto, pode favorecer o aparecimento de erosões e úlceras da córnea.

2 – Conjuntivite inflamatória: a lente de contato está em contato com a parte inferior da pálpebra superior. Ao fechar e abrir o olho, a pálpebra desliza sobre a lente em vez de sobre a córnea. O tecido dentro da pálpebra pode reagir a esse “corpo estranho”, causando inflamação.

3 – Olhos secos: as lentes de contato interferem na dinâmica natural das lágrimas. É um corpo estranho. Se a criança usa lentes de contato gelatinosas, o nível de exigência de umidade aumenta porque essas lentes têm o efeito de uma esponja que retém água e precisam de muito mais umidade para não aderir à córnea.

4 – Infecções da córnea: a falta de higiene no uso de lentes de contato pode causar infecções – ceratite microbiana. É uma complicação rara, mas importante, causada pelo uso incorreto das lentes de contato. Em casos graves, apresenta perda da visão devido à formação de cicatrizes e úlceras na córnea.

As lentes de contato podem melhorar a acuidade visual, a confiança e o conforto das crianças quando comparadas com óculos. A adaptação das lentes em crianças pode levar um certo tempo, mas a OFTALMOKIDS garante que quando todos os cuidados são tomados, a criança terá uma boa experiência.

 

 

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Leia também:

Oftalmokids